Pular para o conteúdo

O sonho de voltar a disputar a Superliga na primeira divisão

11/07/2019

APAV tenta retornar às primeiras posições do campeonato mais importante de vôlei no país, após uma desestruturação na equipe em 2018.

Por Thaynara Carolino

thay 1.png

Equipe apresentada no início da temporada 2019 da Superliga Série B

A Associação de Pais e Amigos do Vôlei (APAV), de Canoas, encerrou a temporada deste ano na Superliga Série B Masculina em último lugar, resultando no rebaixamento para a série C. Ao todo, oito equipes disputaram o torneio que começou em janeiro e terminou em abril. O desempenho da equipe esteve muito abaixo se comparado com as edições anteriores na Superliga – desde 2012 o clube participava da série A. O resultado vem de uma sequência de desafios que o clube enfrenta desde o rompimento de contrato com um importante patrocinador em 2018, que impossibilitou o cumprimento de pagamentos implicando na desistência da vaga na Superliga A. A APAV agora, se prepara para a próxima temporada buscando novas alternativas para alcançar melhores resultados em quadra e na gestão.

Para disputar o campeonato após a desestruturação, o clube lançou a campanha #SalveOVoleiGaucho no fim de 2018, buscando recursos para disputar a série B. Durante meses, as mídias sociais mobilizaram personalidades do vôlei, como Bernardinho, Renan Dal Zotto e Nalbert, chamando atenção de empresários para a situação em que se encontrava a APAV. Diante da repercussão da campanha, novos patrocinadores apoiaram o projeto, colaborando para a manutenção da equipe e do vôlei gaúcho. A captação de recursos acontece também por meio de leis de incentivo, como a lei estadual, lei da criança e do adolescente e a lei federal do esporte. A Rede LaSalle, cadeia de escolas e universidade presentes na Região Metropolitana de Porto Alegre, continuou a fornecer o espaço para os treinos e realização dos jogos, assim como as bolsas de estudos para os atletas de voleibol.

Lucas Palotti, 27 anos, ingressou na equipe adulta em 2011, e por meio das bolsas de estudos, se formou em direito no final do ano passado. O atleta permaneceu na equipe e foi importante para auxiliar os jovens provindos da base durante os jogos. “A APAV se tornou a principal equipe onde pude conquistar que eu tenho até hoje. Tive a oportunidade de estudar, com bolsa integral, e consequentemente me formar. Não foi uma tarefa fácil mas a APAV junto com o Unilasalle me proporcionaram essa oportunidade única”, alega o jogador.

A equipe foi composta por um time misto, atletas oriundos da categoria de base e amadores. Começaram a treinar 20 dias antes do início do campeonato, enquanto os demais clubes treinavam desde agosto do ano passado. Gustavo Endres, gestor da APAV e campeão olímpico pela Seleção Brasileira de Vôlei em 2004, conta que o preparo não foi o suficiente. “Dentro dos parâmetros e da verba que tínhamos era difícil pedir ao time com apenas 20 dias de treinamento, que tivéssemos um resultado melhor. O esporte exige entrosamento”, comenta o ex-atleta.

Durante os jogos, o técnico Marcelinho Ramos dividiu a quadra com Gustavo. A presença do ex-jogador da APAV foi peça chave para acalmar muitos dos jovens que ainda não haviam disputado uma Superliga. Entretanto, isso não foi o bastante para evitar as derrotas. O clube perdeu todos os sete jogos realizados fora e em casa, contabilizando zero pontos na classificação.

O rebaixamento para a série C afasta ainda mais o sonho de retornar à primeira divisão da Superliga. Os dirigentes do clube esperam que a etapa do quadrangular – os oito clubes são divididos em dois grupos e as duas equipes campeãs de cada quadrangular sobe para a Superliga B, seja realizada no Rio Grande do Sul, a fim de economizar com transporte diante do baixo orçamento disponível para longas viagens.

thay 2

A desistência

Sem um dos principais patrocinadores, o clube não conseguiu saldar os valores exigidos para participarem da Superliga A e abriram mão da vaga – na temporada de 2017/18 ficaram entre os oito primeiros colocados. Os dirigentes formalizaram a desistência por meio de um documento entregue à Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), e foram designados à série B.

Almir Beltrame, diretor da APAV afirma que ainda têm valores a serem pagos para a Superliga. “Conseguimos saldar os valores da série B por serem inferiores ao da primeira divisão, mas ainda precisamos pagar o da temporada passada”, comenta.

A busca por jogadores para compor o time demandou visitas à outros clubes. Eric, 18, filho mais velho de Gustavo jogou na equipe emprestado pelo Sesi-SP. O público também teve papel importante para a continuidade do time criado em 2009. Estiveram presentes nos jogos realizados em Canoas, e as vendas dos itens do clube cresceram. Além disso, todos os jogos foram transmitidos pelo canal da CBV na internet.

Segundo Almir, a essência da APAV é a formação. Ele avalia que “cresceram muito nesses últimos dois anos de dificuldades, mas é um projeto que vale a pena. Não é um trabalho fácil, mas é prazeroso”.

O futuro da equipe

A preocupação agora é com os futuros atletas. O clube treina atletas do masculino e feminino do mirim, infantil e infanto, e pretendem voltar a preparar para o alto rendimento, a fim de atrairem mais patrocinadores. Atualmente atendem cerca de 100 crianças de segunda a sexta-feira. “A ideia está bem firme neste sentido de ir aprimorando da base. Preparar essa equipe para que nos próximos cinco anos possam disputar campeonatos mais fortes”, afirma Almir.

O time continua buscando por novos parceiros e recursos. Gustavo Endres está visitando empresas no Rio Grande do Sul e em demais estados, para que no fim do ano com o imposto de renda elas aportem recursos ao time, que pretende voltar às posições de destaque. “Espero que a equipe possa retomar o nosso lugar que sempre merecemos e sempre conquistamos em quadra, que é a Superliga A. Disputando a C, depois a B até chegar novamente na A. Nem que isso demore 5 ou 10 anos”, comenta o gestor.

Um dos objetivos da APAV para este ano é o lançamento de um material em comemoração aos 10 anos de história da equipe. Ainda não há previsão de data para a divulgação.

thay 3

Os dirigentes do clube.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: