Skip to content

Fluxo e movimento

14/07/2014
(Foto: Omar Freitas/Agencia RBS)

(Foto: Omar Freitas/Agencia RBS)

Um panorama da mobilidade urbana em tempos de Copa

 

por Nicolas Sales

Uma cidade em período de Copa é uma cidade em transformação. Uma cidade que, em todos os seus âmbitos, verá um fluxo de pessoas aumentado e diferenciado. Porto Alegre destaca-se por ser a única cidade entre todas as que sediam o mundial a receber nações dos cinco continentes. Vimos passar por aqui australianos, holandeses, sul-coreanos, franceses, argentinos e diversos outros povos que mexeram com nossa paisagem habitual.

Dentre as adaptações previstas para aperfeiçoar a capital rio-grandense, 20 obras foram inseridas em 11 projetos. Um levantamento realizado pela Zero Hora e publicado na semana de abertura da Copa, relatou que somente seis foram concluídas.

O aeromóvel no Aeroporto Salgado Filho fora o primeiro a ser entregue, dez meses antes da Copa, em agosto do ano passado. Com custo de R$ 37 milhões, sua obra começou no final de 2011. Mesmo com um trecho curto, espera-se que seu funcionamento cause certo impacto na mobilidade da cidade, já que o trajeto ocorre em apenas dois minutos.

O Viaduto da Rodoviária, com intuito de desafogar o trânsito da região, assim como as obras nas Avenidas Beira-Rio e Padre Cacique, também foram finalizadas. Há alguns adendos: na primeira, uma estação de transporte prevista foi adiada por falta de espaço para os canteiros e na segunda, ainda falta a finalização de calçamento e plantio de grama.

O levantamento ainda mostra que a maioria das duplicações e prolongamentos de avenidas importantes em Porto Alegre – Tronco, Voluntários da Pátria, Severo Dullius -, iniciadas em 2012, tiveram seu prazo final empurrado para 2015 e 2016.

Destaca-se entre os maiores atrasos a implantação dos ônibus BRT. Com custo de R$ 246,7 milhões, de acordo com o prefeito José Fortunati, a suspensão temporária de fornecimento de areia jogou o prazo de junho de 2013 para início de 2015. O sistema contará com veículos maiores, com menos emissão de gases poluentes e maior velocidade, dando um alívio para os horários de pico em corredores de ônibus.

(Foto: Ricardo Giusti//PMPA)

(Foto: Ricardo Giusti//PMPA)

O movimento dentro do espaço urbano, no entanto, é mais plural que o uso do transporte público ou das quatro rodas. Tendo realizado mais de meio milhão de viagens, o sistema Bikepoa, implantado há mais de dois anos, é, em tese, uma das boas alternativas em uma cidade com um fluxo móvel fora do padrão. No entanto, somente nessa semana a Comissão de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Segurança Urbana (Cedecondh) da Câmara de Vereadores de Porto Alegre decidiu debater as reclamações pertinentes dos usuários, que alegam falta de manutenção e problemas como correias soltas, pneus carecas, bancos e guidões danificados.

Ainda que a cidade tenha optado por adotar ponto facultativo em dias de Copa, o que na prática não altera as rotinas de trabalho dos porto-alegrenses, alterações na frequência dos ônibus vem sido sentidas pelos passageiros. De fato, a EPTC admitiu, treze dias após o início da Copa do Mundo, que a tabela horária dos 1700 ônibus da capital tiveram alterações que levaram a um maior intervalo nas viagens entre os horários de pico da manhã e do final da tarde.

(Foto: Ricardo Giusti/PMPA)

(Foto: Ricardo Giusti/PMPA)

Nem tudo, no entanto, é transtorno. Ainda que o trânsito se torne caótico em alguns momentos não habituais – como o transporte de seleções escoltado em horários que não são de pico, causando longos engarrafamentos mesmo assim -, algumas medidas pensadas para a fluidez da mobilidade urbana mostram-se eficazes. É o caso da linha seletiva que liga o aeroporto aos hotéis principais da cidade. Com estrutura adaptada para o transporte de bagagem, seu trajeto conta com 30km de extensão. Os veículos continuarão em funcionamento por pelo menos um ano após a copa. Por mais que a adaptação da cidade em eventos como o mundial seja extremamente importante, medidas como essa, que visam a facilitação a longo prazo da mobilidade, servem de exemplo para um planejamento consciente.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: