Skip to content

Plantão: peça fundamental da transmissão esportiva

30/04/2011

O resultado de outros jogos, como o do Juventude, são informados pelo Plantão Esportivo durante a transmissão da dupla Gre-nal no rádio. Crédito: Juan Barbosa/ClicRBS

Karen Couto
karencouto@hotmail.com

A monografia de Luciano Périco “Gol! – O Plantão Esportivo como meio complexo de informação” visa retratar esta parte da transmissão de esportes como meio de cruzamentos de dados para esclarecer ao ouvinte o que ocorre paralelamente ao evento que ele está acompanhando e as suas implicações. Ao longo do trabalho ele retoma através de registros históricos a formação do que hoje denominamos plantão esportivo. Segundo Périco, a função do plantão esportivo surgiu antes no rádio que a própria transmissão, pois os resultados das partidas já eram informados por locutores durante a transmissão de notícias.

Nos primeiros capítulos do trabalho, o autor traz a história do rádio e o surgimento das primeiras editorias e transmissões esportivas. Périco relata que, nos primórdios do rádio, por volta de 1931, quando ocorreu a primeira transmissão esportiva, a telefonia ainda se estruturava no Brasil, e para conseguir ter acesso ao resultado dos jogos, muitas vezes tinha-se de ligar para o clube, entidades organizadoras ou até mesmo para quartéis dos municípios onde ocorriam as partidas, para assim, não precisar esperar sair nos jornais as informações no dia seguinte. Em 1933, a Record passou a divulgar aos domingos os resultados de todas as partidas do Rio de Janeiro e São Paulo, no entanto, foi em 1948 que a rádio Panamericana de São Paulo passou a coletar esses dados sistematicamente. No desenvolver do rádio, a imprensa esportiva teve de buscar diversos meios para agilizar as informações, como efetuar rádio escutas. Ao longo do tempo, foi se profissionalizando o processo, principalmente com o surgimento da Loteria Esportiva, o que fez aumentar a demanda pelo plantão. De acordo com o autor, foi com a Loteria Esportiva em 1970 que fez o plantão esportivo ser valorizado. A cada concurso, cerca de 6 a 7 milhões de cartelas eram vendidas no período, e as pessoas aguardavam ansiosas os resultados para assim conferir suas apostas.

A função foi de fato personificada em 1960, em Porto Alegre, através do trabalho de Antônio Augusto na Rádio Difusora. E ainda, Périco ressalta que o objetivo do plantão é organizar a equipe para “buscar pelo gol” em todos os pontos possíveis. E esses pontos são muitos. Como destaca o autor, a cada trabalho realizado pelo plantão, são cerca de 150 pontos acessados para obter o maior número de informações de eventos esportivos, principalmente o futebol. É um quebra cabeça que é montado, para informar o ouvinte da partida do que acontece ao redor do mundo.

No entanto, por ter sido escrita em 1999, Périco apenas faz menção a utilização da internet como meio de obtenção de informações dos plantões. Atualmente, o plantão esportivo é basicamente abastecido por dados retirados da rede. No entanto, o catalogamento ainda é necessário para que possa ser acessados em outras oportunidades ou realizações de estatísticas. Apesar dessa observação, o próprio autor destaca no texto, não há a pretensão de se determinar como se realiza o plantão esportivo, apenas iniciar uma série de debates pertinentes sobre o assunto que até a realização da monografia a bibliografia era bastante escassa.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: