Skip to content

A informação como instrumento de fidelização

13/04/2011

A edição comemorativa da Revista do Inter ao centenário do clube

Pedro Heberle
pedro_heberle@hotmail.com

Em seu trabalho de conclusão de curso, Marcio Dolzan analisa a revista que o Sport Club Internacional publica e divulga mensalmente para seu corpo de associados. A revista existe desde 2004, mas nos seus dois primeiros anos foi veiculada apenas em caráter experimental. Somente a partir de 2006, com a popularização colorada resultante da participação na Copa Libertadores (que seria conquistada naquele mesmo ano), ela ganhou periodicidade mensal e passou a ser distribuída a todos os sócios do Internacional gratuitamente.

Entretanto, a Revista do Inter apenas adquiriu a visibilidade que tem hoje – e, diga-se, só então passou a merecer estudos acadêmicos como este, pioneiro, tão bem conduzido por Dolzan – no ano de 2008, com o projeto encampado pelo Internacional intitulado “100 anos, 100 mil sócios”. O projeto, como o próprio nome diz, alude ao centenário do clube e visava à consecução de 100 mil membros no quadro social do clube, o que foi alcançado em junho de 2009. Embora o número tivesse aumentado de maneira significativa nos anos de 2006 – anteriormente citado – e 2007, com as conquistas de títulos importantes no cenário internacional como o Mundial de Clubes da FIFA e a Recopa Sul-Americana, o projeto foi bastante ousado e pode-se dizer que cumpriu com seu objetivo de maneira bastante satisfatória.

O projeto faz uso de análise de conteúdo para esmiuçar treze edições da revista no que se refere a teor jornalístico e institucional. E aí está a questão proposta e pesquisada por Dolzan: a Revista do Inter, enquanto produto, serve principalmente ao jornalismo ou está mais voltada a reafirmar a marca Sport Club Internacional junto ao associado? A conclusão é a de que estamos diante de um produto híbrido, que é sim voltado à fidelização do sócio-leitor, mas, a despeito de sua periodicidade mensal, também dispõe de conteúdo jornalístico, como matérias e reportagens, respeitando os critérios de noticiabilidade classificados por Nelson Traquina.

A seção Ídolos Colorados resgata histórias de craques do passado

Para melhor exemplificar seu estudo, Dolzan faz uma analogia com a figura do House Organ – literalmente, “órgão da casa” –, produto institucional de caráter informativo utilizado principalmente por empresas para inteirar seus funcionários dos seus movimentos e veicular notícias internas. House Organs também podem ser voltados – embora menos comumente, como dizem Carlos Alberto Rabaça e Gustavo Barbosa – a “determinados segmentos do público externo diretamente ligados à organização”, como é o caso do quadro social do Sport Club Internacional.

O estudo dos exemplares é e pretende ser mais qualitativo que quantitativo, apesar de números e estatísticas serem apresentados em caráter complementar de maneira bastante interessante (como nas tabelas e gráficos apresentados). Os exemplares são estudados intercaladamente com fotos de capas das edições escolhidas. A análise não é inteiramente linear, ou seja: não se dá necessariamente por ordem de publicação. Por exemplo, Dolzan retoma a edição 38 para ressaltar como a figura do torcedor é abordada pela revista e depois segue a discussão com o exemplar de nº 41.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Marcio Dolzan permalink
    13/04/2011 19:22

    Pô, fiquei orgulhoso de ter tido meu trabalho analisado pelo amigo e colega e, mais do que isso, ver o parecer publicado no site de uma das disciplinas mais interessantes da Fabico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: