Skip to content

Esporte nas praças da cidade

14/07/2010

Os skatistas da pista do IAPI. Foto: Jornal Online Unisinos

João Morales
joaomorales_27@hotmail.com

Em Porto Alegre, não é necessário forçar muito a visão para encontrar parques e praças. Se você gosta de praticar esportes, esses são ótimos lugares para frequentar. Dificilmente não haverá gente correndo. No local, é ainda mais difícil que não exista um campo de várzea ou uma quadra poliesportiva para jogar futebol – o nosso esporte mais popular.

No entanto, ser o mais popular não significa ser o único. Em razão disso, visitei diferentes locais públicos que proporcionam a prática de outros esportes para contar, assim, as impressões adquiridas por mim e pelos frequentadores de dois espaços importantes: a Pista de Skate do IAPI e o Parque Tenístico José Montaury.

Na verdade, a pista do IAPI se chama Praça Frederico Balvé. Localizado na Avenida Cristóvão Colombo, o espaço foi inaugurado em 2001. A sua estrutura conta com aproximadamente quatro mil metros quadrados e obstáculos que contemplam desde os iniciantes até os skatistas profissionais. O local é considerado – entre os praticantes de skate – um dos melhores “picos” da cidade.

O Tenístico, como é conhecido o Parque José Montaury por seus frequentadores, possui um espaço que engloba três quadras de saibro e um paredão para o treinamento dos fundamentos do tênis. O local chama a atenção também pela sua arborização, que passa uma tranquilidade contrastante com o movimento intenso da Rua 24 de Outubro – onde está situado o parque.

Tanto a pista de skate quanto o parque tenístico recebem muitas pessoas ao longo do dia, principalmente no final da tarde. Não é preciso muito tempo de conversa com os frequentadores de ambos os lugares para constatar o quanto eles valorizam os espaços públicos. Rodrigo Paixão, skatista de 32 anos, há oito anda na pista do IAPI e ressalta o que representa o lugar.

“Acho que esta pista é fundamental para o desenvolvimento do skate em Porto Alegre. Na verdade, é a única pista decente que existe na cidade. Mesmo sendo a única, ela já foi responsável pelo desenvolvimento de muitos atletas que hoje despontam para o mundo inteiro”, disse Paixão.

Do outro lado, Luiz Araújo, 28 anos e frequentador do José Montaury há três, afirma que sem esses espaços seria muito caro jogar tênis na cidade. “Se não existissem essas quadras aqui, a gente teria que pagar a hora de uma quadra de tênis, que está entre R$ 35 e R$ 45. É bem pesado. Se o cara jogar uma vez por semana vai gastar mais de cem reais por mês”, explicou Araújo.

O pódio de um dos últimos torneios disputados no Parque Tenístico. Foto: Divulgação SME

Como não poderia de ser diferente, a manutenção dos espaços é uma preocupação dos frequentadores. No caso do Parque Tenístico, o lugar é bem conservado. De acordo com Luiz Araújo, quando não há condições favoráveis para a prática do tênis – em dias de chuva, por exemplo – a administração do local veta o uso das quadras.

No caso da praça de skate, a situação não é tão boa assim. Na opinião de Paixão, a pista – que tem quase dez anos de uso – apresenta muitos buracos. Além disso, uma parte do espaço está sendo reformada pelos próprios skatistas. “Ela está se deteriorando com o tempo e os responsáveis não fazem nada. Eles estão a deixando acabar”, afirmou o skatista.

Diante de eventuais problemas, esses espaços ainda são poucos em relação à demanda para a prática de esportes específicos. De acordo com o Atlas do Esporte no Rio Grande do Sul (2005), Porto Alegre está entre as capitais que tem o maior número de praticantes de skate: 16%. No caso do tênis, há uma forte presença de esportistas jogando em clubes. O número de federados passa de quinhentos. Consultado sobre a quantidade de pessoas que vão jogar no Tenístico em um único dia, o administrador do parque, Gilberto Bisso, tem uma previsão sobre o tamanho do público.

“Se fosse pra fazer a conta por baixo, duas pessoas por quadra a cada hora. Nós temos três quadras que funcionam das oito da manhã às cinco da tarde”, estabelece Bisso.

De qualquer forma, são números que mostram que forçando um pouco a visão para os lugares certos, é possível encontrar boas possibilidades para a prática de esportes específicos. Todos na mesma cidade.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Leandro permalink
    23/07/2010 14:25

    A Praça do IAPI é um dos melhores locais para a pratica do Skate aqui na capital, não tem como resistir, eu moro praticamente do lado da pista é só chegar em casa pegar o skate shoes e curtir o fim de tarde na pista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: