Skip to content

Davi Oliveira e a profissionalização da Bocha

03/07/2010

Davi e a sede da Federação Gaúcha de Bocha

Matheus Chaparini
matheuschaparini@yahoo.com.br

Cheguei até o Davi por intermédio do Diretor de Comunicação da Federação, Laion Spíndola. Com a entrevista marcada, tudo nos conformes, fui ao centro. A sede da Federação Gaúcha de Bocha fica no terceiro andar da Galeria do Rosário. Cheguei cedo e, enquanto esperava a chegada do presidente, bati um papo com o tesoureiro da Federação, Renato Silveira.

Davi Oliveira é o presidente desde dezembro de 2009.  Ele assumiu a presidência da Federação com a tarefa da profissionalização e da modernização do esporte. Em 2016, haverá as Olimpíadas do Rio de Janeiro e o país-sede tem o direito de indicar um esporte para fazer parte do quadro de disputas. Já está se começando uma campanha para fazer a bocha voltar – isso mesmo, voltar – a ser um esporte olímpico. Davi explica: “A bocha é de 300 a.C e fez parte das Olimpíadas na Grécia”. Recentemente, o Comitê Organizador dos Jogos Parapan-Americanos incluiu a bocha na lista de modalidades para 2011.

Pode parecer estranho, mas apenas alguns dados sobre o esporte comprovam que ele é muito mais abrangente e popular do que nos é comumente mostrado. A bocha é praticada em 119 países ao redor do mundo. Para que um esporte se torne olímpico, é preciso que ele seja disputado com um regulamento universal.

O Brasil é um dos grandes do cenário mundial. Em 2006, a seleção brasileira conquistou seu primeiro mundial, na cidade de Montenegro. A vitória foi sobre a Itália – os grandes campeões históricos da bocha. Um fator que vinha atrapalhando os escretes brasileiros nas competições é a mudança da regra. Apesar de haver uma regra mundial, até cerca de três anos atrás, Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai utilizavam a regra sul-americana. Ela era usada em competições nacionais e nos treinamentos.

A regra é basicamente a mesma. A bocha da regra sul-americana pesa 1,25 kg, enquanto que a da regra mundial varia entre 900 e 950 gramas. A regra mundial exige, também, que as canchas sejam de carpete, enquanto, na sul-americana se pode usar um emborrachado sintético. Talvez a principal mudança seja a inclusão da Rafa. Esta regra é conhecida como Ponto, Rafa e Tiro, que são as três possibilidades de jogada.

O jogo disputado dentro da regra mundial se torna mais rápido. Uma partida, que poderia levar cerca de duas horas e meia, pode ser realizada em até uma hora. Isso facilita a realização de torneios, podendo-se jogar mais partidas em uma mesma cancha e aumenta a possibilidade de se transmitir a bocha. “Quem gosta da bocha não se importa com esse espaço de tempo que ela toma. Mas pra quem nunca viu, fica meio ruim”. O próprio presidente conta que já transmite partidas de bocha pela internet e que já chegou a ter nove mil pessoas assistindo a uma partida.

No Rio grande do Sul a bocha é o segundo esporte mais praticado, perdendo apenas – e obviamente – para o futebol. Há cerca de sete mil canchas de bocha espalhadas pelo estado e uma infinidade de praticantes. De amadores a profissionais. De crianças até velhos. “É o único esporte em que podem jogar um menino de doze e um senhor de setenta”. A Federação Gaúcha, fundada em 4 de Abril de 1944, conta com onze mil atletas e 276 federações filiadas, embora Davi acredite que sejam entre seiscentos e setecentos clubes no estado.

Hoje em dia, a maioria dos atletas é profissional e ganha para jogar. No Brasil, já existem atletas que recebem bons salários para competir. O Rio Grande do Sul é o estado mais tradicional da bocha no Brasil, apesar de São Paulo ter sido o primeiro em que se jogou bocha no país. “Não tem seleção paulista que os jogadores não sejam gaúchos”, finaliza Davi.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: